Paixão II

Uma rebeldia Encontrei a saída Você vai me encontrar Ofereço infâmia Glória para quem? Nada somente meu Você não vai facilitar Nesse passado há beleza como esquecer? Você não foi a origem Algo de bom não há Dissolvemos no tempo Receba meu espírito Não te atribuo esse pecado

Declamações Líquidas – 01

Publico aqui o primeiro de uma série de áudios com declamações de poemas que eu gosto. Com licença poéticaAdélia Prado Quando nasci um anjo esbelto,desses que tocam trombeta, anunciou:vai carregar bandeira.Cargo muito pesado pra mulher,esta espécie ainda envergonhada.Aceito os subterfúgios que me cabem,sem precisar mentir.Não sou tão feia que não possa casar,acho o Rio de…

Ode ao burguês

(Mário de Andrade) Eu insulto o burguês! O burguês-níquel, (…)